maio 04, 2017

PORTA ESTREITA

                                                                                                        LUCAS 13.24
Façam tudo para entrar pela porta estreita. Pois eu afirmo a vocês que muitos vão querer entrar, mas não poderão.

EXCLUSÃO DA IGREJA
Naquela noite, todo povo gritou e chorou. Todos os israelitas reclamaram contra Moisés e Arão, com medo de entrar na terra de Canaã, dizendo que queriam outro líder, que os levasse de volta para o Egito. Josué e Calebe não concordaram, e o povo ameaçou matá-los. Mas a glória do Senhor apareceu em cima da Tenda e salvou os dois. A exemplo do que já tinha acontecido junto ao monte Sinai. Moisés fez com que Deus mudasse de ideia, desistindo de destruir o povo. Apesar disso, Deus jurou que nenhum daqueles homens entraria na terra Prometida Nm 14. O Senhor Deus tinha dito que todos eles certamente morreriam no deserto, menos Calebe e Josué. Os homens que vieram do Egito, de vinte anos para cima, deixariam de fiéis a mim, e por isso juro que eles não verão a terra que prometi dar a Abraão, e Isaque e a Jacó.

POUCOS SALVOS
As pessoas ficam tão más, que Deus resolve acabar não somente com os seres humanos, mas também com todos os animais e aves. Somente Noé e sua família vão escapar. A história da barca de Noé e do dilúvio, que mostra como Deus lida com a humanidade que não quer saber dele. Foi Deus quem trouxe e também quem pôs um fim no dilúvio. Noé e sua família ficaram mais de um ano dentro da barca, ao sair da barca, a primeira coisa que Noé fez foi agradar a Deus. construindo um altar para oferecer sacrifício a Deus.

DIREITOS E DEVERES DE UM APÓSTOLO 1 CORINTO 9.1-27.
Paulo estava tratando da liberdade do cristão. Mas tenham cuidado para que essa liberdade de vocês não faça com que os fracos na fé caiam em pecado 1 Co 8.9. E, agora, aproveita para explicar a sua liberdade. Será que eu não sou um homem livre? Por acaso não sou um apóstolo? Será que eu não vi Jesus, o nosso Senhor? Por acaso vocês não são o resultado do trabalho que faço para o Senhor? 1 Co  9.1. Isto é, os direitos que ele tem como apóstolo de Jesus Cristo. A linguagem vigorosa com que ele se defende mostra que em Corinto havia pessoas que o estavam criticando. Acima de tudo Paulo se defende da acusação de que ele tira proveito de anunciar o evangelho. Paulo responde com argumentos tirados da vida diária v.7, da Lei de Moisés vs.8-10,13. E com uma palavra do próprio Senhor Jesus, que mandou que os que anunciam o evangelho devem ser pagos pelo trabalho que fazem  v.14. Mas nem isso tinha recebido; ele tinha trabalhado para se sustentar vs.6,18 e não se valeu de outros direitos que tinha como apóstolo. Ele não quer fazer nada que atrapalhe o progresso do evangelho v.12. Em tudo isso, Paulo não está procurando elogios; é que ele tem a obrigação de anunciar o evangelho, pois foi Deus quem deu este trabalho a ele vs.16-18. Paulo disse sou um homem livre, não para fazer o que ele bem quer, mas para usar todos os direitos que ele tem como apóstolo de Jesus Cristo. Paulo não está dizendo sou um apóstolo da igreja tal, mas de Jesus.